Consulta Externa - Regulamento

Início

 

Anterior

Regulamento

1. Definição 

A Consulta Externa de Pediatria funciona no sector 4 do H.S.T. e presta cuidados de saúde diferenciados em regime de ambulatório a crianças com idade inferior a 18 anos.

2. Instalações

É Constituído pelas seguintes instalações:

Pediatria Médica / Cirurgia

·        5 Gabinetes

·        1 sala de tratamentos

·        1 sala de gessos

·        1 sala de aerossóis

·        2 salas de enfermagem para pesar e medir

·        1 gabinete para lactentes / ensino

·        1 sala de espera

Centro de desenvolvimento composto por:

·  2 gabinetes médicos

·  1 sala de reuniões

3. Funcionamento e Horário

A consulta de pediatria funciona todos os dias úteis, nos períodos de manhã e tarde e as marcações são feitas de forma horária para os utentes com o fim de evitar longos períodos de espera.

Nas consultas subsequentes quando o utente falta, a data pode ser alterada mediante telefonema para o respectivo médico; ou ainda na falta de doentes que corram riscos, o médico deve marcar nova consulta de acordo com a vigilância regular a que está sujeito. A família deve ser avisada dessa marcação assim como o médico de família.

Quando o utente falta á consulta e requer nova marcação após 6 meses da data indicada, deverá pedir novo relatório médico justificativo ao Clínico Assistente, excepto no caso de doenças crónicas seguidas na Consulta.

Todos os utentes que vêm pela 1ª vez à consulta, devem dirigir-se ao balcão de admissão de doentes para abertura de processo clínico.

É obrigatório apresentar o boletim de saúde infantil e o cartão de vacinas respectivos bem como os exames complementares de diagnóstico já efectuados, desde que tenham relação com o motivo de consulta.

O utente deve ser acompanhado pelos pais ou seu legais substitutos, exceptuam-se os adolescentes.

Deve-se evitar presença de outros acompanhantes (irmãos, avós, tios...) de modo a proporcionar um melhor ambiente na sala de espera.

Há um guia de acolhimento com informações aos pais.

 Funcionam neste sector as seguintes consultas:

-  Pediatria Geral

-  Cirurgia Pediátrica

-  Ortopedia Pediátrica

-  Pneumologia /Alergologia

-  Neonatologia

-  Cardiologia Pediátrica - Telemedicina

-  Risco Social / Int. Precoce

-  Neurologia Pediátrica

-  Hematologia Pediátrica

-  Psicologia

-  Pedopsiquiatra

-  Gastroenterologia Pediátrica

-  Dilatações Pielo/Caliciais

-  Pendentes Agudos

-  Oftalmologia Pediátrica

-  Otorrino / Risco Auditivo

-  Consulta de Adolescência

-  Centro de Desenvolvimento

A Consulta de Ortopedia Pediátrica é feita por dois médicos do Serviço de ortopedia de adultos assim como a Consulta de Hematologia, Oftalmologia e ORL que é também feita por médicos das respectivas especialidades e serviços.

No que se refere à Consulta de Adolescência é multidisciplinar e é feita por dois Especialistas de Pediatria sendo um deles o Coordenador englobando o Pedopsiquiatra, o Ginecologista, Obstetra e Psicólogo. 

Esta Equipe orienta ainda o gabinete de Adolescentes na Escola Alves Martins.

No que se refere ao Centro de Desenvolvimento Distrital que está em fase de instalação é constituído pelos seguintes elementos:

1 Coordenador  (Dr. João Fonseca)

2 Assistentes de Pediatria

1 Pedopsiquiatra

1 Psicólogo

Professora

Educadora

Assistente Social

Apoio do Serviço de Fisiatria 

Futuramente terá um regulamento próprio e mesmo uma Unidade Coordenadora Funcional de acordo com a previsão do Relatório da Comissão Nacional de Saúde Infantil (Ministério da Saúde – 1993).

O Coordenador deste Grupo coordena também o Grupo Distrital de Intervenção Precoce.

As restantes Consultas são feitas pelos médicos do Serviço de Pediatria de Acordo com o mapa que se anexa a este documento.

A Consulta de Cardiologia faz-se com a colaboração da cardiologia de adultos e Pediátrica através da Telemedicina com a Cardiologia do Hospital Pediátrico normalmente à 3ª feira de manhã. Funciona em gabinete cedido pela obstetrícia na urgência obstétrica e serve também para a equipe de diagnóstico pré-natal fazer a triagem de cardiopatias fetais.

 4. Acessibilidade

A acessibilidade à consulta é limitada à área de influência do H.S.T - Viseu , excepto quando o doente sendo de outra zona for tratado no nosso Hospital e necessita ser seguido em consulta de referência ou quando esta for pedida pelos Centros de Saúde para  sub especialidades não existentes noutros Hospitais.

Podem ser enviados á consulta os seguintes casos:

 a)     Pelo Médico Assistente / Médico de Família

-  A prioridade para a marcação de consulta será atribuída pela triagem de relatório clínico enviado.

-  Todos os pedidos de consulta de sub especialidades serão primeiro avaliadas na consulta de pediatria geral, excepto se o pedido é feito por pediatria.

b)     Pelo S. de Urgência do H.S.T. – com relatório clínico assinado por pediatra.

c)     Pelo Internamento – com relatório clínico e fotocópia dos exames feitos no internamento.

d)     Transferidos de outras consultas – com relatório clínico justificativo.

As consultas pedidas através do S. de urgência ou do internamento são normalmente marcadas pelo telefone antes do doente ter alta. No caso de a alta ser dada fora do horário normal da consulta, a marcação será feita posteriormente e a criança é convocada pela secretária de unidade.

 5. Coordenador da Consulta de Pediatria  

5.1 - É nomeado pelo Director Clínico sob proposta do Director de Serviço de Pediatria e aceitação do Director da Consulta Externa.

5.2 - A nomeação é feita em comissão de serviço pelo período de 1 ano que poderá ser renovável, e será escolhido de entre os chefes de serviço assistentes graduados ou assistentes de pediatria médica ou cirúrgica.

5.3 - Ao Coordenador da Consulta compete:

5.3.1 - Planear e dirigir toda a actividade do serviço sendo responsável pelo seu funcionamento.

5.3.2 - Elaborar um plano de acção anual a apresentar em Novembro de cada ano ouvidos os intervenientes na consulta de sub especialidades respectivas.

5.3.3 - Assegurar a produtividade e eficiência dos cuidados prestados e proceder à sua avaliação sistemática alterando o nº de 1ªs e/ou segundas de acordo com as necessidades.

5.3.4 - Elaborar um relatório de actividades anual.

6. Equipa de Enfermagem

6.1 - A Consulta Externa de Pediatria depende da enfermeira chefe do sector de urgência pediátrica e é composto por 3 enfermeiras especialistas. Compete-lhes:

6.2 - Executar os cuidados de enfermagem garantindo a máxima eficiência e qualidade promovendo a sua constante melhoria e actualização.

6.3 - A participação nas diferentes consultas será feita de acordo com a formação de cada uma das enfermeiras. A enfermeira mais diferenciada na área  de Pneumologia deverá:

Desmistificar os conceitos ou dúvidas aos pais reforçando as atitudes

médicas, ensinar técnicas de terapêutica como sejam a utilização de inaladores, imunoterapia oral ou medidas eviccionais de alergeneos e ensinar também os registos de Peak Flow Meter.

A enfermeira mais diferenciada na área da diabetologia deverá comparticipar no ensino do diagnóstico duma situação de descompensação ligados á doença e na respectiva actuação, bem como a efectuar registos da situação clínica.

6.4 - Fazer colheitas de sangue e urina e a preparação para exames imagiológicos.

6.5 - Executar os tratamentos adequados pós-internamento querem da parte médica quer da parte cirúrgica.

6.6 - Zelar pela conservação do espaço físico e seu equipamento.

 7. Auxiliares de Acção Médica   

Será constituído por 2 elementos que terá a seu cargo a higiene do local e por outro lado manterá os doentes na sala de espera procedendo ao seu chamamento e acompanhamento entre este e a sala de consulta.

Nota Importante:

Determina-se que o doente deve ser sempre seguido pelo mesmo médico.

Em tudo o que o actual regulamento não focar prevalece o regulamento da Consulta Externa.

 

Cima